26.5.13

Londres

eu e a helena
dentro de um táxi à procura um do outro
tendo dito ao chauffeur que nos levasse a piccadilly
para ver a figura alada que dir-se-ia querer voar
mas que não estava, retirada para reparação.
e toda a praça em obras, do avesso
como nós próprios dentro do táxi
ansiosamente à procura do resto de nós dois
(lembras-te quando dançavas e cantavas para mim
junto ao lugar da praia onde dormimos pela segunda vez,
eu com uma mala encarnada e tão grande que temeste
que me servisse dela para esconder os bocados de ti?)
eu e a helena
junto ao grande mito
maior que tudo
donde saímos sem saber quando nem como nem porquê
e que não continua senão na imaginação dos homens que persistem
em estar alheios a si próprios
tomados pelo poder estranho que põe fora de si
o poder das coisas alheias, estranhas,
que nos faz humanos
participando tanto quanto podemos da parte divina:
eu à espera da helena
que entrou mais uma vez numa daquelas lojas de que há centenas
que vende bugigangas de toda a espécie para os turistas
que querem levar alguma coisa com o nome mágico,
como um tótem, ou simples pedaço daquela cidade gigantesca
e monstruosa que foi cidade do império capital do mundo
noutro mundo que não este
eu e a helena
de novo no mesmo táxi a passar ruas que que não saberemos
mais o nome e gentes que correm mais velozes do que o rio e do que
o tempo
sem nos olharmos de frente, sorrindo, talvez, para o passado
longe, tão longe de nós.
todo o carinho sabia a nostalgia
todos os beijos nos afastavam irremediavelmente.

29 comments:

Verdades said...

E sentias á medida que o perdias de vista, a presença dele a crescer dentro de ti...
:)

Tinha mesmo de ser assim? Mesmo qdo tem, e faz sentido, como encaixar esse sentido quando é o que todos procuram ter?

lena said...

não, não senti nada disso


ele foi-se embora de mim
porque quando chegou a londres
eu já me tinha ido embora dele, cansada de esperar
:)

Verdades said...

Eu tenho de te provocar, para saber de ti :)
E ainda dizem que quando o amor é incondicional ( "é ou não é") as circunstancias perdem sentido. Erro crasso. O sentimento perde-se nas transformaçoes!
Tb escrevi no "Helena" mais abaixo. Para "provocar" onde posso :)

sónia said...

Pouco a dizer...marco a minha presença e emociono-me com estas palavras. Sempre. E Londres que eu adoro! ;)

Anonymous said...

e o lux paga-lhe para fazer publicidade?

Anonymous said...

È k estive a ler uma história daquele seu livro com uma capa girissima e derepente pareceu-me que estava lhe tinham pago para escrever aquela merda!

lena said...

e derepente o anonymous está a falar de k livro?
ñ perçebi

:)

Verdades said...

lol... Com que entao a dona Helena anda a escrever outros livros e nao nos diz nada?! Ou se calhar foi o dom Pedro... e não te disse nada!
Eu nao gosto é da palavra "merda"... sou pequenina e nao tou habituada a ver essas palavras feias por aqui...

Anonymous said...

o nome do livro é "os corações tambem se gastam". desculpe se ofendi com a utilizaçaõ da palavra "merda", de repente foi o que achei daquele historieta... uma autentica m...

Verdades said...

Alguma vez a dona Helena ia escrever um livro com um titulo desses? naaaaaaaaaa... isso cheira-me a "historieta" do dom Pedro...
Se calhar até foi inspirada na dona Helena... e por isso nao deve ser a palavra feia...
Bj Laura :)))))))

lena said...

não li esse livro


verdades, foste tu que chamaste o anonymous?
;p

Verdades said...

Eu? Nao. Eu praki so chamo a onda... nao conheco anonimos!

lena said...

mas tb eskreves kom kapas
(irra!)
;D*

Verdades said...

lol...escrevi UM kapa em "praki"... unicamente para nao escrever "para aqui" que fica muito grande e nao soa bem!! pirilampa embirrenta!!!
O que(ves como nao escrevo com k) vale é que hoje da o benfas e pressinto que vamos perder forte e feio...e por isso antes do jogo vou comprar a tua literatura! Espero nao me perder em Benfica (coincidencia!)...

Verdades said...

O benfica nao perdeu e eu tb nao me perdi, fantastico!!
(tava uma loucura ao pe do estadio antes do jogo, parecia que os vidros do carro se iam partir)

A Sra da livraria foi buscar o livro a uma arrecadaçao e vinha a limpar o pó e disse pa outra "olha ela aqui tao novinha..." ;P

lena said...

essa foto na contracapa é de 82, e foi tirada em guimarães

:)

Onda said...

Indecente, tive de obrigar a Verdades a voltar lá para comprar um para mim. Sim porque foi lá comprar e não me disse nada ggrrrrrr

verdades said...

Nao sejas ma lingua porque ja vais receber o livro amanha!
E graças a mim quando la voltei os livros ja tinham saido da arrecadaçao directamente pra prateleira.

As senhoras sao umas queridas e eu na brincadeira a dizer que ja ia esgotar o stock. Ate disseram que escreves muito bem e que nos ultimos anos entao tens escrito coisas lindissimas.
Nao quero saber se nao arranjas editora agora, mas eu quero ler!!!!!!!! La por trabalharem na livraria tem direitos especias não?!! Se for preciso tambem vou trabalhar pra la :)))))

lena said...

somos amigos há mais de 30 anos :)

era lá na cave da livraria (ulmeiro, nesse tempo, agora livrarte) que eu conseguia comprar vinis do zé mário e do zeca e do sérgio godinho, antes do 25 de abril, tinha eu os meus 16 anos

eram discos proibidos e confiscados pela "brigada dos costumes" em qualquer discoteca; mas ali ficavam discretamente guardados no meio dos livros em segunda mão... 8)


há umas gralhas no A mar te:

uma delas corpo de mármore em vez de copo de mármore

outra
esquecida do betão (em vez de "de" betão)

outra
sofres-me cá dentro, de vez em quando (em vez de "sofre-me cá dentro, de vez em quando")

estas são as mais importantes
;)**

lena said...

A mar te

Onda said...

Ontem á noite estava a dar na RTP Memória um concerto do Zeca Afonso de 1983. Lindo !!! Tudo tão simples...no fim, convidou toda a gente a subir ao palco para cantar a Grandola Vila Morena. Outros tempos, que não foram os meus...

Apesar de escrever muito pouco, leio-te todos os dias.

Escrevo, selecciono e faço delete. É assim a maioria das vezes. Nunca gosto do que escrevo. Leio e não me vejo.

Hoje escrevi e vou fazer Enter :)

Um Beijo Lena

Verdades said...

A minha madrinha fazia o mesmo mas era em livrarias na baixa, e por livros! E ia esperar um barco que vinha de França cheio de livros proibidos :)

E nao vale desconversar, eu quero ler o que tens escrito nos ultimos anos!! Alias, eu mereço uma recompensa de o livro ter gralhas... ;)

lena said...

pronto, já lá está uma coisa escrita por mim

remember? dos degraus?
;)

Verdades said...

Mto bonita, assim pode ser que te deixe de chamar pirilampa embirrenta...

As coisas andam soltas pelos blogs, e passam "despercebidas" ;)

taniaber said...

"As coisas andam soltas pelos blogs, e passam "despercebidas" ;)"
poix claro k sim "verdades" mas eh preciso ter sentido observador!!!nao eh pa tds!!!1:)

lena said...

;)

Verdades said...

É verdade Taniaber, é preciso tirar um curso para estes blogs... mas eu vou aprendendo! Assim devagar, devagarinho...

lena said...

:)

Verdades said...

E ela ri-se... eu estava a ser ironica, pois claro! Nao preciso de cursos nenhuns, sou muito esperta, o que é que pensas?? lol **